21 de dez de 2014

Crônica - Boas Festas



Agradeço as visitas em meu espaço , amigos do Brasil, Alemanha, Rússia, França, Portugal, Estados Unidos, China, Japão, Ucrânia. Desejo Boas Festas e um 2015 abençoado. Beijokas com carinho.



                  Meus queridos amigos e amigas, mais um ano que finda e um novo ano adentra às nossas vidas, aos novos sonhos, as novas esperanças, pode ser rotulado de futuro, não àquele longínquo, mas o que nos é possível desvendar.
          Prepare-se para a grande festa, não a festa tradicional da virada, onde a gula se sobrepõe aos sentimentos, o luxo é símbolo de poder, as mulheres desfilam entre os frufrus das sedas e a ostentação em joias e os homens, entre suas taças de vinho conversam, sobre negócios e política.
             A grande festa é alimentada por energias benéficas onde os sentimentos nobres  se evidenciam através da fé e a caridade, pois cada homem é responsável por semear a igualdade e a paz entre seus pares. A grande festa é uma  viagem interior, onde o veículo sai da estação da consciência, viaja entre os labirintos do inconsciente para aportar na Alma, estação da Luz.

                Esta viagem pode demorar, pois cada homem tem seu tempo certo para despertar e renascer. Desta forma, cada instante em sua vida será de BOAS FESTAS.

Agradeço o mimo recebido dos Poetas e Escritores do Amor e da Paz.