5 de mar de 2015

Poesia - Mulher



Tens em ti todo o mistério
Geográfico da terra
Entre vales, montes e vertentes
O homem se perde e enlouquece
Tens em ti o receptáculo da vida
Ora criança, trazendo alegria e graça
Quando dia é emoção, água jorrando
Ora madura, ousada e insinuante
Quando noite é paixão, fogo queimando
Mulher, te amar é uma viagem sem rumo
Por labirintos perigosos e desafiadores
É penetrar em um universo desconhecido
De luxúria e pensamentos insanos
Mulher és deusa sem coroa e sem cetro
Despes o corpo sem preconceitos
Conquistas e te entregas vorazmente
Mas esconderás sempre tua essência.