26 de mar de 2015

Poesia - O Poema


São acordes do infinito
Em sincronia com a Alma
Do poeta que sente a melodia
Permear suas emoções e sentimentos
É a música do compasso dos ponteiros
No relógio do tempo na existência
Poema é inspiração que jorra
Da fonte eterna da sensibilidade
Que narra vivências pessoais
Ou sobre a vida da humanidade
Poema não tem barreira nem fronteira
Repercute em todos os idiomas
É intenso, energia, luz e magia.