3 de out de 2015

Poesia - A Natureza é um poema


 Os galhos se cobrem de folhas
Os campos se vestem de verde
Ornamentados de singelas flores
Margaridas, papoilas, centáureas
Malmequer e formosos girassóis
Os beija-flores fazem acrobacias
Para sugar o doce pólen das flores
Dálias, açucenas e begônias
E borboletas pousam suavemente
Zínias, lantanas e verbenas
A natureza é um poema sem letras
Sem linhas nos pergaminhos
É melodia para os cinco sentidos
Beleza incomparável captada
Pela visão iluminada da Alma.