20 de fev de 2015

Poesia - Melodia distante



Silêncio na mente
Tento abrir espaço
Divagar na trajetória
Resíduos da memória
Feridas não cicatrizadas
Fragmentos de sentimentos
Cacos dispersos de emoções
Esboços de sonhos tisnados
Visões entre véus de seda
Sem imagens pinceladas
Notas de melodia distante
Pêndulos em sincronismo
Inexorável senhor tempo
Sutil convite à eternidade.