21 de set de 2015

Indrisos - Ares Primaveril





Poesia - Adeus nverno




Bagagem pronta para a viagem
Tristezas, chuvas, vento
Melancolia nos cristais de gelo
Redemoinho de sentimentos
Varreduras dos ventos insanos
A visão turva, o infinito escuro
Tristeza, dores, odores fétidos
Liberdade presa em armadilhas
Medo que hiberna na Alma
Neve que cobre a vida dos reinos
Intempéries destruidoras
Veste sua capa de neve

Rumo à outro hemisfério.