23 de out de 2015

Poesia - Atração Fatal




São olhares que se cruzam, se atraem, se fixam
E mesmo na imensa multidão não se perdem
São sorrisos cativantes que falam mais que palavras
Enviando mensagens secretas de sedução e fantasias
É o contato de mãos suaves que se encaixam ao toque
Explodindo a carência, o incontrolável desejo
É o perfume exalado que embriaga de forma estonteante
Como fogo percorrendo o corpo e explodindo a paixão
Paixão sem fim, paixão em mim, paixão em ti
São os lábios de mel às vezes suaves, às vezes vorazes
Beijando a pele trêmula com a boca molhada
No mistério inconsequente da possessão
No despertar irreverente da volúpia e do delírio
Uma soma de momentos irracionais de fascínio
Nada mais, apenas uma Atração Fatal.



Poema - A Natureza


Indrisos - Pincelei de Verde