29 de jan de 2016

Poesia - Dança...



Raios solares
Que iluminam a natureza
Flores
Que desabrocham multicoloridas
Aromas
Que exalam de jardins e alamedas
Ventos
Que se espreguiçam entre folhas
Águas
Que jorram da fonte por rios e lagos
Homem
Nas notas das emoções e sensações
Vida
Na canção da paz, felicidade, alegria.






23 de jan de 2016

Minha Formatura - Bacharel em Conservação e Restauração em Bens Culturais Móveis





Boa Noite aos presentes
- Professora Maria Letícia Ferreira, representante do Magnífico Reitor da Universidade Federal de Pelotas.
- Prof. Sidney Gonçalves Vieira, digníssimo Diretor do Instituto de Ciências Humanas da Universidade Federal de Pelotas.
- Professora Silvana Bojanoski, digníssima Coordenadora do Curso de Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis do Instituto de Ciências Humanas da Universidade Federal de Pelotas.
- Professora Luiza Fabiana Carvalho, Paraninfa da Turma.
- Professoras Homenageadas: Karen Caldas, Isabel Torino, Veronica dos Santos.
- Funcionária homenageada:  Restauradora: Keli Cristina Scolari.
- Familiares e amigos dos acadêmicos formandos.
Nossa turma optou por uma cerimônia simples e a consequência da escolha foi não ter nesta noite, a presença de todas as pessoas que gostaríamos como, familiares e amigos, bem como, colegas da academia, os formados, os que cursam graduação,  mestrado e doutorado. Mas temos certeza que compartilham de nossa alegria.
Agradecimentos especiais:
À nossa Patroness, Profª Maria Letícia, por seu empenho para a criação do Curso de Bacharelado em Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis, o que nos possibilita, nesta data, receber o título de Bacharel.
À Profª Luiza, nossa Paraninfa, por tudo que representaste para nossa turma no passado, através das disciplinas ministradas.
Às professoras Karen, Isabel e Verônica. A escolha é uma homenagem as docentes que possuem formação correspondente a  nossa profissão e evidenciada pela competência.
Ao seguimento docente atuante no Curso pelo incentivo. Aos que não fazem mais parte do quadro de docentes, mas ofertaram conteúdos para nosso aprimoramento. Professora Ângela Macalossi teus alunos não se esquecerão de ter como livro de cabeceira o Código de Ética do Conservador e Restaurador.
A  Restauradora Keli Cristina.
Nossa escolha foi por unanimidade, por teu carinho e didática em transmitir valiosos ensinamentos nas aulas práticas de restauração, nos laboratórios de Pintura e Madeira. Tenhas certeza que contribuíste para nossa bagagem profissional. Keli ficou faltando à cópia de teu livro de receitas, para sermos excelentes profissionais como tu.
Aos nossos familiares nosso carinho especial, pois sem a aquiescência de nos dividirem com os saberes,  aqui não estaríamos.  Gratidão por permitir o tempo de perseguir sonhos, por todo apoio quando retornávamos ao convívio familiar. Pais, vocês nos ensinaram a abrir a porta, mas foi à academia que nos ensinou a atravessar a rua e descobrir nosso potencial. Hoje estamos aqui vitoriosos: pais, filhos, esposos e namoradas. Temos a certeza que apoiarão as novas escolhas, pois vocês representam o porto seguro, a âncora de nossa existência.
 Aos amigos presentes agradecemos o respeito e carinho no cotidiano. 
Aos colegas, minhas amadas e meus amados, pois foi sempre assim que os tratei. Em primeiro lugar agradeço a confiança depositada para que o discurso possa representar uma retrospectiva de nossa vida acadêmica no decurso destes 7 semestres. Não é uma missão fácil  falar por um grupo de pessoas tão diferentes entre si, mas que no decorrer dos anos de academia direcionaram-se à objetivos em comum, busca de conhecimentos e crescimento pessoal.
Quando ingressamos no Curso a expectativa de aprendizado norteava nosso cotidiano. Com o passar do tempo, o questionamento de um mercado de trabalho tornou-se assunto de interesse. Tivemos conhecimento através dos mestres, órgãos governamentais e mídia notícias sobre assuntos relacionados à nossa profissão as quais, nos preocuparam, na medida em que foram observadas intervenções errôneas. Desta forma, em cada disciplina, buscamos absorver a essência do conteúdo ministrado.
O tempo na academia nos reservou inúmeras alegrias entre brincadeiras, mas também desafios, adversidades que abalaram a estrutura emocional de alguns acadêmicos. O que fizemos? Usamos da sabedoria, pois concluímos que não foram as pessoas que nos decepcionaram e sim o que projetamos em seres iguais a nós, passíveis de erros e imperfeições. Aprendemos que não é possível depositar sonhos nas mãos de semelhantes, pois em cada sonho projetamos uma partícula de nosso alicerce individual.
Em nosso Curso, através da teoria e prática, nos conscientizamos que o profissional não poderá causar danos irreversíveis ao objeto. Como futuros profissionais nosso dever é zelar pela ética, ou seja, não cometer os erros observados e criticados, pois semear atitudes nocivas ocasiona um dano irreversível ao caráter.
Os ciclos na vida tem início, meio e fim. Hoje, aqui estamos para celebrar formalmente o final de uma etapa fundamental de nossas vidas. Sentiremos falta dos atributos individuais, a ponderação da Dulce nas resoluções, o jeito carinhoso da Cacilda, o comprometimento acadêmico da Cristiane, a espontaneidade da Eduarda, o jeito extrovertido da Priscila, a responsabilidade da Rosangela, a personalidade forte da Suzana, o senso de humor do Eduardo e a solidariedade do Jairo. Tenho certeza que amiúde estaremos em contato, pois formamos um grupo de pessoas especiais e unidas por valores afetivos.
Os acadêmicos da Turma 2012 dividem com os presentes os méritos de nossa conquista, pois aqui ninguém está por acaso e sim, por elos afetivos, familiar e social.
Um brinde a Deus e seu presente individual, a vida.
Gratidão.





5 de jan de 2016

Poesia - Eu sou...




Dia
Uma borboleta em metamorfose
Sol
Que abraça a vida e renova energias
Noite
Silhueta  que  dança leve e elegante
Lua
Que aconchega a paixão e amantes
Vento
Que serpenteia nos crepúsculos
Garoa
Que umedece a face e as vestes
Tempestades
Agitação, raios e trovoadas
Mar
Espumas na melodia das vagas
Maresia
Aromas de volúpia e desejos
Tudo
Som, letras, emoções, poesia.