7 de mar de 2016

Poesia - Mulher




Criança
Vivencia alegrias, ternura e sonhos,
Floresce singela como  uma flor
Um mistério a ser desvendado
Donzela casta do paraíso
Jovem
Par saciar a fome e sede de desejos
Compartilha paixão, volúpia e prazer 
Contraditória,  exemplo de carinho
Ou vento forte que arrasa e destrói
Idosa
Murcha como folhas em lamentos de dor
Respira através das lágrimas que brotam
Sua vida temporária, limitada e relativa
Abençoada pela misericórdia e amor
Mulher
Emana energias, seu espírito como mágica
Mesmo perdido entre as brumas do tempo
Permanece intacto em emoções e sentimentos
Bagagem de uma vida terrena por opções.