5 de fev de 2016

Poesia - Um caminho




Percorrido entre os ciclos da vida
Quando passado, um jardim florido
Até que o caminho ficou agreste
Sem flores,  aromas, só espinhos
Quando presente, novas sementes
Brotaram entre as estações do tempo
Uma missiva, mensageiro misterioso
De um remetente chamado destino
A esperança  de um sutil  renascimento
A oportunidade de um novo florescer
Pois em cada flor existe uma linguagem
Que promete o néctar da felicidade.