27 de set de 2016

Minha quadra



Chegando da Faculdade, ao dobrar a esquina observei, um grande movimento na quadra onde resido e decidi registrar. Sou moradora da Rua Conde de Porto Alegre há 19 anos  e aprendi a conviver com um trajeto tranquilo usado por moradores para locomoção em suas atividades cotidianas, crianças em suas bicicletas, alguns transeuntes nos finais de semana, carros com velocidade moderada durante o dia e na noite, velozes cantando pneus.
Me acostumei com latidos de cães, miados de gatos namorando nos telhados,  estridentes gritos dos psitacídeos em reunião nas árvores, trinar de pássaros no balanço dos galhos e ver no pasto, em frente minha casa, cavalos e vacas.
Mas tudo é energia e energia se transforma, em um milésimo de segundo. De forma rápida, alterações ocorreram, com a vinda da UFPel para o Anglo, edificações para instalações das Faculdades, inúmeros acadêmicos em seu vai e vem dioturno, conversando, brincando e dando risadas, bem como, sons carnavalescos com um curto reinado. Recentemente, mais um investimento, a revitalização do Porto de Pelotas na esquina de minha casa. Em poucos meses, uma grande obra está sendo edificada e logo ali será concluída.

Novos fatos, novas perspectivas e com certeza, a criatividade de novos hábitos.